ACERVO MEMÓRIA
E DIREITOS HUMANOS

uNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA

INICIATIVA

A Portaria No 2827/2017/GR, emitida pela Reitoria da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 20 dezembro de 2017, instituiu uma Comissão com o objetivo de criar e disponibilizar um Acervo sobre Direitos Humanos com o objetivo de resgatar a Memória do período da ditadura militar, no que diz respeito aos Direitos Humanos, com destaque ao ocorrido na UFSC nesse. Este Acervo reune todo a documentação da Comissão Memória e Verdade da UFSC (CMV-UFSC) e todo o acervo existente no Memorial de Direitos Humanos (MDH atualmente sob custódia do LASTRO-CFH da UFSC).

SOBRE O ACERVO

O projeto Acervo sobre Direitos Humanos tem como propósito armazenar e disponibilizar de forma digital a documentação e os depoimentos recolhidos pela Comissão Memória e Verdade da UFSC, criada pelo Conselho Universitário em 16 de dezembro de 2014 ( Resolução Normativa nº 48/Cun/2014). A este material, virá se somar num segundo tempo a documentação do Memorial dos Direitos Humanos[1], organizado pelo Laboratório LASTRO do CFH da UFSC.

APOIO

Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)

Quais documentos foram digitalizados?

A Comissão Memória e Verdade da UFSC (CMV-UFSC) recolheu durante todas as suas atividades, de dezembro de 2014 a maio de 2018, um acervo de aproximadamente 1 TB contendo uma grande quantidade de documentos de arquivos oficiais e particulares, aproximadamente 2500 imagens e documentos digitalizados, mais de 50 vídeos e áudios. Além disto, acervos pessoais de protagonistas da época e de entidades (OAB, por exemplo) foram entregues ou prometidos para o arquivamento da Comissão.
Frente ao grande número de material recolhido durante o funcionamento da CMV-UFSC, e existente no MDH, à perspectiva efetiva de ampliação desta documentação e à importância do armazenamento e conservação destes documentos, da organização de um repositório para eles e da disponibilização ampla destes para a Comunidade Acadêmica e a Comunidade em geral, foi tomado a decisão de digitalizar todo esse material, de organizá-lo num Acervo digital, intitulado Acervo sobre Direitos Humanos e de disponibilizá-lo através de um site com interface apropriada.

O que é a Comissão Memória e Verdade da Universidade Federal de Santa Catarina?

A Comissão Memória e Verdade da Universidade Federal de Santa Catarina (CMV-UFSC) foi criada pela Resolução Normativa nº 48/Cun/2014, após votação, por unanimidade, na sessão do Conselho Universitário de 16 de Dezembro de 2014. Esta Resolução está em consonância com os objetivos e as diretrizes definidas pelas Leis nº 12.528/2011 e nº 16.183/2013, que estabeleceram os mecanismos legais para o resgate da memória dos fatos ocorridos durante o período do regime de exceção vigente no Brasil entre 1964 e 1988. O Relatório Final da CMV-UFSC foi entregue ao Reitor da UFSC e apresentada à comunidade no dia 14 de maio de 2018.

O que é o Memorial dos Direitos Humanos (MDH) do Laboratório LASTRO da UFSC?

O Memorial dos Direitos Humanos (MDH) foi constituído em março de 2005, no contexto do Laboratório LASTRO do Centro de Filosofia e Ciências Humanas da UFSC.
O MDH tem como objetivo ser um centro de referência teórico-sociológico no tratamento das informações e documentos relacionados principalmente ao período do regime ditatorial militar-civil de 1964 até 1985. Consideram-se entre outras as conexões sociológicas e históricas com outros períodos passados e presentes. Sob a perspectiva das diferentes abordagens das Ciências Sociais, seu objeto é delimitado tomando como centro das atenções os acontecimentos delineados nos campos político, sócio-cultural, trabalhista, educacional e estudantil. A memória viva e material a ser resgatada, organizada e disponibilizada, possibilita a realização deste objetivo geral também como uma iniciativa – institucionalmente constituída – voltada à informação e à formação.

Como participar deste projeto?

Material, jornais, fotografias, filmes que dizem respeito aos direitos humanos no período da ditadura, em particular relacionados a UFSC são de interesse da Comissão responsável pelo Acervo.
Se você considerar que possui algum tipo de material relevante dentro desse contexto histórico, envie um e-mail a …… identificando-se e descrevendo sucintamente o tipo de material que poderia ceder ou reproduzir para fazer parte do Acervo sobre Direitos Humanos.

"As vítimas de agora serão livres no futuro.
Os torturadores de hoje serão os réus de amanhã.
Nos tribunais da História não adianta a força.
Ninguém tem privilégios. Cada um é julgado pelos seus atos."[1]

Marcos Cardoso Filho

manifestação_Novembrada-2.jpg
Osvaldo_Maciel_acervo_Apufsc_ (1).jpg
manifestação_Novembrada-1.jpg
Acervo_João_Soccas_(12).jpeg
manifestação_Novembrada-3.jpg